quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Regimento Interno




Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil
Subsecretaria de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em
Saúde – SUBPAV
Superintendência de Integração das Áreas de Planejamento – SIAPE
Coordenadoria de saúde da AP 5.2 – CAP 5.2


                                                                         

                                                   
REGIMENTO INTERNO
DO CMS ADÃO PEREIRA NUNES VILAR CARIOCA


2014




INTRODUÇÃO

A elaboração deste Regimento Interno foi solicitada pelo Subsecretário de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde, Drº Daniel Soranz, no ciclo de debates da SUBPAV.
A primeira versão deste regimento foi elaborada pelo Núcleo da Estratégia de Saúde da Família (NESF) da Coordenadoria de Saúde da Área Programática 5.2 (CAP 5.2), Supervisores de Território, Gerente Técnico e a partir de discussões prévias realizadas pela equipe de saúde da família. Consideramos a necessidade de uma revisão deste regimento nos próximos seis meses e uma revisão anual, devido a eventuais mudanças no quadro de funcionários, alterações na dinâmica comunitária e o advento das Organizações Sociais (OS).
CMS Dr. Adão Pereira Nunes Vilar Carioca iniciou suas atividades em Janeiro de 2000, como unidade mista juntamente com o Posto de Saúde Adão Pereira Nunes.
Esta unidade inicialmente contava com três equipes de saúde da família, porém foi verificada a necessidade de ampliação para cinco equipes no 2º semestre de 2001, devido ao aumento populacional.
Este documento foi uma construção coletiva durante reuniões de equipe e consultoria dos profissionais em momentos distintos.
O regimento interno  foi  apresentado aos funcionários antes de sua conclusão, a fins de avaliação e sugestões, sendo este aprovado.


Capítulo I

USF, Equipe, Área Geográfica e Clientes

1 – Identificação o CMS


SMSDC CMS Dr. Adão Pereira Nunes Vilar Carioca
Coordenadoria de Saúde da Área Programática 5.2 – CAP 5.2

Secretaria Municipal de Saúde – SMS

Subsecretaria de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde - SUBPAV

Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro

Rua Floresta, s/nº, Vilar Carioca – Campo Grande.

Tel.: 34275903

  
RELAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO CMS DR. ADÃO PEREIRA NUNES VILAR CARIOCA
NOME
CATEGORIA
VÍNCULO



Alexandre Magno Xavier Santana
Médico
CLT
Aline Soares Gomes
Gerente Técnico
CLT
Ana Claudia Gevigier da Silva
ACS
CLT
Ana Claudia Hygino de Oliveira
ACS
CLT
Andressa Freitas dos Reis
ASB
CLT
Carlos Augusto da Silva
ACS
CLT
Cristina Teixeira Santiago
Enfermeiro
CLT
Deborah Brandt Moura
Diana Pereira Amaral
Médica
Oficial de Farmácia

CLT
CLT
Edileuza Maria da Conceição Brito
ACS
CLT
Erica Farias Lacerda
ACS
CLT
Francisco José Ramos da Silva
Enfermeiro
CLT
Gisele de Barros Silva
ACS
CLT
Haroldo Duarte Lima
ACS
CLT
Irenice Cesar Silvino Pereira
Enfermeiro
Estatutária
Jailza do Nascimento Pereira
ACS
CLT
Jessica Valoura Dantas
Agente Administrativo
CLT
Jenaína de Campos Oliveira
ACS
CLT
José Ailton  do Nascimento  Pereira
ACS
CLT
Laís Matos Pereira
Técnica de Enfermagem
CLT
Luciana Silva de Almeida Lopes
ASB
CLT
Luciane dos Santos Turino
ACS
CLT
Luiza Cristina Valério Nunes
ACS
CLT



Mariah Gonzaga Coimbra Pereira
Médica
CLT
Marilene dos Santos Gama
ACS
CLT
Maurici Eusebio Penques
ACS
CLT
Milene da Silva
ACS
CLT
Michelle Aquino Pinto de Mello
Auxiliar de Enfermagem
CLT
Nelson de Almeida
TSB
CLT
Patricia Barros da Silva
Técnica de Enfermagem
CLT
Patrícia Oliveira
ACS
CLT
Priscila Severiano Pastor
Enfermeira
CLT
Renata Cristine Rosa da Silva
Técnica de Enfermagem
CLT
Renato Rego Barros Pugliese
Médico
CLT
Roberto Danne do Espírito Santo
Cirurgião Dentista
CLT
Rosilaine Franco de Oliveira
ACS
CLT
Rosilene Glória
ACS
CLT
Rutinea Duarte de Oliveira
ACS
CLT
Sandro Neves
Cirurgião Dentista
CLT
Silvio Fernandes Teixeira
ACS
CLT
Simone Amador da Silva Guimarães
ACS
CLT
Simone Fernandes Teixeira de Freitas
ACS
CLT
Simone Maria da Silva
Técnica de Enfermagem
CLT
Suleima Maria Dutra Silva
ACS
CLT
Tatiana Gonçalves Magalhães
ACS
CLT





ÁREA GEOGRÁFICA DE ABRANGÊNCIA

           A área geográfica de abrangência do CMS Dr. Adão Pereira Nunes Vilar Carioca é constituída por uma população de 18.282 habitantes, cujas comunidades são: Vilar Carioca, Casinha, Vale das Palmeiras, Dicurana, Canaã e Luiz Costa. Este distrito sanitário possui peculiaridades, como: diferenças socioeconômicas acentuadas entre micro-áreas e aumento vertiginoso da população.


TERRITÓRIO CAMPO GRANDE SUL
DISTRITO SANITÁRIO COSMOS-INHOAÍBA-SUL



Capítulo II – Missão, Visão e Valores


2.1 Missão

            Foi elaborada respeitando os princípios do SUS de equidade, universalidade e integralidade. A partir disto foi definida como: Prestar cuidados de saúde da família, respeitando a individualidade dos sujeitos e valorizando o binômio sujeito-família, elaborando planos de ação de acordo com as necessidades apresentadas pela comunidade, tendo ela como cenário principal das ações afim de melhorar a qualidade de vida de todos envolvidos neste processo. Conscientizar a comunidade sobre a importância do novo modelo de atenção à saúde.

2.2 Visão
           
            Promover saúde é conscientizar o cidadão a escolher a alternativa certa para o seu modo de vida, desenvolvendo a sua autonomia e cidadania.

Problemas enfrentados pela equipe:
  • A comunidade ainda, não compreende o novo modelo de atenção a saúde;
  • A comunidade valoriza a medicina curativa ao invés da preventiva;
  • A pobreza e o baixo nível educacional;
Lema: Juntos, sempre lado a lado!


2.3 Valores
           
            A decisão e/ou escolha sempre serão feitas em equipe. O respeito será o alicerce das nossas relações.

Capítulo III - A dinâmica da comunidade.

Este distrito sanitário possui peculiaridades, como: diferenças socioeconômicas acentuadas entre micro-áreas e aumento vertiginoso da população por conta de invasões.
 A comunidade até novembro de 2007 era ocupada por bandidos e havia alto índice de violência, porém a partir da data citada houve uma mudança dessa dinâmica social. Agora é considerada pelos profissionais de saúde e moradores segura.

Abaixo quadro com descrição da clientela adscrita:


Faixa Etária
Masculino
Feminino
< 1
160
135
1 – 4
515
432
5 - 9
719
633
10 - 14
792
700
15 - 19
894
887
20 - 39
2524
2957
40 - 49
1158
1295
50 - 59
838
948
60 ou +
876
1189
Total
8476
9176


Doença Crônica
Números de usuários inscritos
 %
Diabetes
413
8,6
Hipertensão
1704
2,1



3.1 Equipamentos sociais e meios de comunicação

            Hoje a comunidade conta com:  44 igrejas, dentre elas evangélicas e católicas; 09 centros espíritas;  01 escola Municipal, 01 escola Estadual e 1 creche Municipal;  03 associações de moradores.

            O principal meio de comunicação da comunidade é o carro de som e as redes sociais.


Capítulo IV – A Estrutura Orgânica e seu funcionamento.
        

         Está organizada em estrutura de Gestão:

  • Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil
  • Coordenadoria de Área Programática 5.2
  • Divisão de Ações e Programas de Saúde
  • Núcleo de Saúde da Família
  • Gerente Técnico

Estrutura de Prestação de Cuidados:

  • Equipe Técnica ( Médicos, Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Cirurgião-Dentista,  Técnico de Saúde Bucal, Auxiliar de Saúde Bucal);
  • Equipe NASF ( Psiquiatra, Fonoaudióloga, Psicóloga, Fisioterapeuta, Ginecologia, Nutricionista, professora de educação física, Sanitarista e Assistente Social)
  • Agente Comunitário de Saúde, Oficial de Farmácia, Auxiliar de Limpeza, Vigilante, Administrativo.

Para melhor compreensão das atribuições da cada membro da equipe foram listadas as suas funções e competências, porém vale ressaltar que este regimento foi elaborado em duas semanas e que ao decorrer do ano serão feitas revisões no texto e melhor discussão das atribuições junto à equipe, desenvolvendo protocolos próprios característicos da unidade.


FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE:
·         Conhecer a realidade das famílias pelas quais são responsáveis com ênfase nas suas características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológicas;
·         Identificar os problemas de saúde e situações de risco mais comuns aos quais aquela população está exposta;
·         Elaborar, com a participação da comunidade, um plano local para o enfrentamento dos problemas de saúde e fatores que colocam em risco a saúde;
·         Realizar visitas domiciliares de acordo com o planejamento;
·         Resolver os problemas de saúde do nível de atenção básica;
·         Garantir acesso à continuidade do tratamento dentro de um sistema de referência e contra-refência para os casos de maios complexidade ou que necessitem de internação hospitalar;
·         Prestar assistência integral à população adscrita, respondendo à demanda de forma contínua e racionalista;
·         Coordenar, participar de e/ou organizar grupos de educação para a saúde;
·         Promovendo ações intersetoriais e parcerias com organizações formais e informais existentes na comunidade para o enfretamento conjunto dos problemas identificados;
·         Fomentar a participação popular, discutindo com a comunidade conceitos de cidadania, de direitos à saúde e suas bases legais;
·         Incentivar a formação e/ou participação ativa da comunidade nos conselho locais  de saúde e no conselho Municipal de Saúde;
·         Auxiliar na implantação do cartão Nacional de Saúde.



FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DOS GERENTES TÉCNICOS


  • Reportar-se, sempre que necessário, aos supervisores de território;
  • Gerir a Unidade de Saúde da Família, em estreita relação com os supervisores de território;
  • Garantir a Gestão da Unidade de Saúde da Família, conforme a diretriz e princípios do SUS (equidade, integralidade, humanização do atendimento) e diretrizes e atributos da Atenção Básica/Estratégia Saúde da Família;
  • Informar aos Supervisores de Território, sempre que necessário, sobre problemas identificados no desenvolvimento das ações e sobre os encaminhamentos demandados;
  • Integrar as equipes Saúde da Família e demais profissionais de saúde da Unidade de Saúde da Família com a comunidade;
  • Garantir que as equipes desenvolvam suas ações, conforme as diretrizes da Estratégia Saúde da Família (territorialização, cadastramento, diagnóstico de saúde, enfoque familiar, integralidade da assistência, trabalho em equipe, intersetorialidade, controle social, planejamento e avaliação e educação permanente), no eixo da Linha do Cuidado;
  • Cumprir com as atribuições delegadas e/ou as determinações propostas e pactuadas pela CAP;
  • Repassar as informações de interesse do serviço para todos os profissionais de saúde lotados na Unidade de Saúde da Família;
  • Avaliar e monitorar as ações das equipes SF e dos demais profissionais de saúde da Unidade de Saúde da Família, mantendo atualizadas as informações contidas no painel de monitoramento para ampla divulgação;
  • Assegurar que o conjunto dos indicadores e metas assistenciais, pactuadas entre a CAP e a SMSDC, seja alcançado;
  • Elaborar os relatórios técnicos mensais e/ou outros necessários, descrevendo as principais atividades realizadas, identificando obstáculos e apontando recomendações;
  • Utilizar os Sistemas de Informação de Saúde disponíveis para monitoramento/avaliação e planejamento das ações das equipes;
  • Atuar para garantir e melhorar a qualidade das informações de saúde;
  • Implantar as estratégias e protocolos assistenciais, de encaminhamento, entre outros, da SMSDC;
  • Garantir que as Equipes da Unidade de Saúde da Família desenvolvam ações de promoção à saúde, prevenção específica e de cidadania;
  • Representar a Unidade de Saúde da Família em reuniões administrativas e técnicas, junto à CAP, à SMSDC, ao Conselho Gestor e/ou outras reuniões técnico-científicas;
  • Incentivar e colaborar com a pesquisa e produção de trabalhos científicos;
  • Garantir a participação das Equipes da ESF nas reuniões mensais com a comunidade;
  • Garantir o acolhimento da demanda espontânea e o maior grau de resolubilidade possível, entendendo que a Unidade de Saúde da Família é a porta preferencial de entrada do SUS;
  • Avaliar as necessidades de capacitações e treinamentos, apontando para maior grau de resolubilidade, para os perfis profissionais exigidos para o desenvolvimento das ações da Atenção Básica à Saúde;
  • Garantir que os auxiliares administrativos mantenham atualizadas todas as rotinas administrativas, bem como a alimentação de todos os Sistemas afeitos à Atenção Básica à Saúde;
  • Orientar o profissional administrativo na supervisão dos serviços de limpeza, vigilância, na manutenção de equipamentos, entre outros; monitorar e otimizar o tempo de agendamento para as diferentes atividades ofertadas pela Unidade;
  • Desenvolver outras atividades, conforme for determinado e acordado.


FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE:

·         Realizar mapeamento de sua área;
·         Cadastrar as famílias e atualizar permanentemente esse cadastro;
·         Identificar indivíduos e famílias expostos a situações de risco;
·         Identificar área de risco;
·         Orientar as famílias para utilização adequada dos serviços de saúde, encaminhando-as e até agendando consultas, exames e atendimento odontólogico, quando necessário;
·         Realizar ações e atividades, no nível de suas competências, na áreas prioritárias da Atenção Básicas;
·         Realizar, por meio da visita domiciliar, acompanhamento mensal de todas as famílias sob sua responsabilidade;
·         Estar sempre bem informado, e informar aos demais membros da equipe, sobre a situação das família acompanhadas, particularmente aquelas em situações de risco;
·         Desenvolver ações de educação e vigilância à saúde, com ênfase  na promoção da saúde e na prevenção de doenças;
·         Promover a educação e a mobilização comunitária, visando desenvolver ações coletivas de saneamento e melhoria do meio ambiente, entre outras;
·         Traduzir para a ESF a dinâmica social da comunidade, suas necessidades, potencialidades e limites;
·         Identificar parceiros e recursos existentes na comunidade que possa ser potencializados pela equipe.

FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DO AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO:

·         Proceder à desinfeccão e esterilização de materiais e instrumento utilizados;
·         Sob supervisão do cirurgião dentista ou do THD, realizar procedimentos educativos e preventivos aos usuários, individuais ou coletivos, como evidenciação de placa bacteriana, escovação supervisionada, orientações de escovação, uso de fio dental;
·         Preparar e organizar o instrumental e materiais (sugador, espelho, sonda, etc.) necessário para o trabalho;
·         Instrumentalizar o cirurgião dentista ou THD durante a realização de procedimentos clínicos(trabalho a quatro mão);
·         Agendar o paciente e orientá-lo ao retorno e à preservação do tratamento;
·         Acompanhar e desenvolver trabalhos com a equipe de Saúde da Família no tocante à saúde bucal.

FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DO TÉCNICO DE HIGIENE DENTAL

·         Sob a supervisão do cirurgião dentista, realizar procedimentos preventivos, individuais ou coletivos, nos usuários para o atendimento clínicos, como escovação supervisionada, evidenciação de placa bacteriana, aplicação tópica de flúor, selantes, raspagem, alisamentos e polimentos, bochechos com flúor, entre outros;
·         Realizar procedimentos reversíveis em atividades restauradoras, sob supervisão do cirurgião dentista;
·         Cuidar da manutenção e conservação dos equipamentos odontológicos;
·         Acompanhar e apoiar o desenvolvimento dos trabalhos da equipe de saúde da família no tocante à saúde bucal.

FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DO CIRURGIÃO- DENTISTA:

·         Realizar levantamento epidemiológico para traçar o perfil de saúde bucal da população adscrita;
·         Realizar os procedimentos clínicos definidos na Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - NOB/SUS 96 - e na Norma Operacional Básica da Assistência à Saúde (NOAS);
·         Realizar o tratamento integral, no âmbito da atenção básica para a população adscrita;
·         Encaminhar e orientar os usuários que apresentam problema complexos a outros níveis de assistência, assegurando seu acompanhamento;
·         Realizar atendimentos de primeiros cuidados nas urgências;
·         Realizar pequenas cirurgias ambulatóriais;
·         Prescrever medicamentos e outras orientações na conformidade dos diagnósticos efetuados;
·         Emitir laudos, pareceres e atestados sobre assuntos de sua competência;
·         Executar as ações de assistência integral, aliado a atuação clínica à saúde coletiva, assistindo as famílias, indivíduos ou grupo específicos, de acordo com planejamento local;
·         Coordenar ações coletivas voltadas para promoção e prevenção em saúde bucal;
·         Programar e supervisionar o fornecimento de insumos para as ações coletivas;
·         Capacitar as equipes de saúde da família no que se refere às ações educativas e preventivas em saúde bucal;
·         Supervisionar o trabalho desenvolvido pelo THD e o ACD.

FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DO TÉCNICO DE ENFERMAGEM:

·         Realizar procedimento de enfermagem dentro das suas competência técnicas e legais;
·         Realizar procedimentos de enfermagem nos diferentes ambientes, UFS e nos domicílios, dentro do planejamento de ações traçado pela equipe;
·         Preparar o usuário para consultas médicas e de enfermagem, exames e tratamentos na USF;
·         Zelar pela limpeza e ordem do material, de equipamento e de dependências da USF, garantindo o controle de infecção;
·         Realizar busca ativa de casos, como tuberculose, hanseníase e demais doenças de cunho epidemiológico;
·         No nível de suas competência, executar assistência básica e ações de vigilância epidemiológica e sanitária;
·         Realizar ações de educação em saúde aos grupos de patologias específicas e às família de risco, conforme planejamento da USF.

FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DO ENFERMEIRO:
·         Realizar cuidados diretos de enfermagem nas urgências e emergências clínicas, fazendo a indicação para a continuidade da assistência prestada;
·         Realizar consulta de enfermagem, solicitar exames complementares, prescrever/transcrever medicações, conforme protocolos estabelecidos nos Programas do Ministério da Saúde e as Disposições legais da profissão;
·         Planejar, gerenciar, coordenar, executar e avaliar a USF;
·         Executar as ações de assistência integral em todas as fases do ciclo de vida: criança, adolescente, mulher, adulto, e idoso;
·         No nível de suas competência, executar assistência básica e ações de vigilância epidemiologica e sanitária;
·         Realizar ações de saúde em diferentes ambientes, na USF e, quando necessário, no domicílio;
·         Realizar as atividades corretamente às áreas prioritárias de intervenção na Atenção Básica, definidas na Norma Operacional da Assistência à Saúde - NOAS 2001;
·         Aliar a atuação clínica à prática da saúde coletiva;
·         Organizar e coordenar a criação de grupos de patologias específicas, como de hipertensos, de diabéticos, de saúde mental, etc;
·         Supervisionar e coordenar ações para capacitação dos Agentes Comunitário  de Saúde e de auxiliares de enfermagem, com vistas ao desempenho de sua funções.

FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DO MÉDICO:

·         Realizar consultas clinicas aos usuários da sua área adstrita;
·         Executar as ações de assistência integral em todas as fases do ciclo de vida: criança, adolescente, mulher, adulto e idoso;
·         Realizar consultas e procedimentos na USF e, quando necessário, no domicílio;
·         Realizar as atividades clínicas correspondentes ás áreas prioritárias na intervenção na atenção Básica, definidas na Norma Operacional da Assistência à Saúde - NOAS 2001;
·         Aliar a atuação clínica à prática da saúde coletiva;
·         Fomentar a criação de grupos de patologias especificas, como de hipertensos, de diabéticos, de saúde mental, etc;
·         Realizar o pronto atendimento médico nas urgências e emergências;
·         Encaminhar aos serviços de maior complexidade, quando necessário, garantindo a continuidade do tratamento na USF, por meio de um sistema de acompanhamento e referência e contra-referência;
·         Indicar internação hospitalar;
·         Solicitar exames complementares;
·         Verificar e atestar óbito.


Capítulo V-  Compromisso Assistencial

             O CMS Dr. Adão Pereira Nunes Vilar Carioca encontra-se em funcionamento de segunda à sexta no horário de 8:00h às 20:00h.
Oferecemos a carteira básica de serviços que compreende atividades de saúde nas diferentes fases da vida no seu contexto familiar e social. Integram atividades de promoção, prevenção e intervenção nas necessidades identificadas. Estas atividades são desenvolvidas no espaço físico da unidade, no domicilio ou na comunidade.
A cesta básica de serviços é executada de diversas maneiras, exemplo: todas as sextas durante a manhã uma equipe completa da Estratégia de Saúde da Família vai até um espaço público, como: praças, igrejas e associação de moradores e realiza atividades de promoção a saúde, sob o título de Bom Dia Comunidade! A cada sexta procura-se trabalhar um tema, sempre com enfoque preventivo. Na última atividade com tema de Hipertensão foram resgatados 6 pacientes em abandono, captados 16 novos casos a serem confirmados e 3 picos hipertensivos, necessitando realizar medicação de urgência. Foram atendidos um total de 56 pessoas no período de 9:00h até 11:00h, com verificação de pressão arterial e educação em saúde.
Vale ressaltar, ainda, que encontra-se em discussão os fluxos e rotinas a serem utilizados na unidade, pois através de um manual de rotinas e ações torna-se mais fácil a avaliação dos serviços prestados.


SAÚDE DA CRIANÇA

  • Acolhimento mãe-bebê – Realizado por toda equipe, todos os dias;
  • Acompanhamento do Crescimento e Desenvolvimento- Realizado pelos médicos e enfermeiros 1 turno/semana;
  • Triagem Neonatal (Teste do Pezinho e Reflexo Vermelho)- Teste do Pezinho realizado todos os dias e reflexo vermelho realizado pelo médico mediante consulta de puericultura
  • Imunização- todos os dias na unidade e através de campanha em creches e escolas;
  • Promoção e Apoio ao Aleitamento Materno e alimentação saudável- Realizado pelos técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos todos os dias;
  • Prevenção, identificação e acompanhamento das doenças mais prevalentes na Infância- todos os dias pelos profissionais técnicos e de acordo com a demanda;
  • Prevenção, identificação e acompanhamento dos distúrbios nutricionais, doenças infecto-parasitárias, doenças respiratórias e violências contra criança- Equipe técnica no espaço da unidade e em domicílio;
  • Saúde do Escolar, com responsabilização pelas creches e escolas da área- Equipe de saúde bucal e os demais.

SAÚDE DO ADOLESCENTE

  • Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento- Equipe Técnica 1 turno/semana;
  • Direitos sexuais, saúde reprodutiva e sexualidade- Realizado através de grupos mensais na unidade e na escola;
  • Saúde do escolar adolescente, com responsabilização pelas escolas da área- Através de grupos mensais no espaço da escola;
  • Imunização- Ofertado todos os dias;
  • Prevenção, identificação e acompanhamento de situações de violência e maus-tratos- contra adolescentes- Através de atividades educativas mensais e sempre que necessário;
  • Prevenção, identificação e acompanhamento de uso abusivo de álcool e outras drogas- Realizado em atividades mensais de grupo no espaço da escola e acompanhamento conforme decisão do profissional técnico;


SAÚDE DO ADULTO

SAÚDE DA MULHER

  • Diagnóstico da Gravidez- Ofertado todos os dias;
  • Planejamento Familiar e Direitos sexuais e reprodutivos- Aconselhamento em grupo mensais com oferta de vagas livres.
  • Prevenção e controle do Câncer cérvico-uterino e de mama- Atividades educativas de sala de espera, em consulta e em grupos mensais de entrega de resultados ;
  • Acompanhamento Pré-Natal- Realizado pela equipe técnica durante consulta e grupo de gestantes;
  • Assistência ao Puerpério- Realizado durante consulta e nos grupos de nutrizes;
  • Acompanhamento ao Climatério- Realizado em consultas e abordado no grupo de entrega de resultado de preventivo
  • Prevenção, identificação e acompanhamento das DST e HIV- Consultas e Grupos no espaços da escola, na unidade e comunidade realizando busca ativa.
  • Prevenção, identificação e acompanhamento de situações de violência contra mulheres- O tema é abordado nos grupos de planejamento familiar, gestantes, adolescentes e acompanhamento sempre que necessário;

SAÚDE DO HOMEM

  • Prevenção, identificação e tratamento de doenças crônicas não-transmissiveis- Consultas e Grupos de Hipertensão e Diabetes;
  • Planejamento Familiar e direitos sexuais e reprodutivos - Aconselhamento individual em consultas e grupos mensais;
  • Prevenção, Identificação e acompanhamento do câncer de próstata- tema abordado nos grupos de planejamento familiar e durante consulta;
  • Identificação e acompanhamento de doenças relacionadas ao trabalho-
  • Identificação das atividades produtivas na área, perigos riscos potenciais.
  • Valorização da Paternidade- Através de grupos educativos e consultas de pré natal.



SAÚDE DO IDOSO

  • Promoção do envelhecimento ativo e saudável- Através do Grupo Reviver com atividade físicas (caminhada, alongamento e academia carioca) e espaço do diálogo;
  • Prevenção, identificação e acompanhamento de distúrbios nutricionais- consultas e mensalmente em educação em saúde nos grupo;
  • Imunização- ofertado através de campanhas e todos os dias;
  • Prevenção, identificação e acompanhamento de situações de violência contra idosos- em consulta e em visitas domiciliares;
  • Prevenção de quedas e fraturas- atividade de educação em saúde mensalmente;


Capítulo VI – Avaliação

            Após a construção do plano de ações, ao final do ano através de instrumento de avaliação baseado na satisfação dos usuários, profissionais e colegiado será dada uma nota para unidade e através do exposto no instrumento serão discutidos os resultados, bem como avaliação do PMAQ.

            Além do proposto acima, o módulo será avaliado também através das metas indicadas pela SMS.













Contato

Fale Conosco

Entre em contato com nossa unidade, fale com nossos profissionais e tire suas dúvidas quanto aos nossos programas

Endereço

Rua Florestal, s/nº - Inhoaíba

Funcionamento

De Segunda a Sexta das 08h às 20h |

Telefone

(21) 3427-5903

Tecnologia do Blogger.